.

Publicado el November 17th, 2008, 16:00

Igreja Primitiva ou Original?  

Tenho andado muito apreensivo sobre os rumos da"igreja moderna".
Permita-me escrever esta expressão entre aspas, por que creioque só
haja uma única idéia no coração de Deus sobre igreja e não muitas,
comose vê nos últimos dias.

Mas não se preocupe. Não minha intenção criticar doutrinas ou
liturgias de ministérios grandes ou pequenos. Não é esta minha
intenção.

O que quero na verdade é levar você a raciocinarcomigo sobre a querida
igreja existente nos tempos em que o livro dos Atos dosApóstolos foi
escrito. Acho engraçado ou mesmo sem sentido chamar este períodode
primitivo. Me trás uma certa impressão de que alguém quis dizer que
elestinham alguma espécie de deficiência, ou que nós tenhamos
aprimorado aquilo queeles começaram.

Para começar é preciso dizer que apesar de tantat ecnologia a favor da
"igreja moderna", não poderemos aprimorar jamais o queeles fizeram,
porque as vantagens que possuímos hoje, só servem para denunciar nossa
vida apática e sem nenhum compromisso com os ideais legítimos da
existência da igreja, que é obra de Deus e não de pessoas.

Aqueles irmãos queridos e chamados primitivos pelos livros de
teologia, realizaram muito mais naquela época de dificuldades e
intolerância, do que nós temos produzido hoje. Naquela época, a igreja
agia como um todo e realizava milagres extraordinários como corpo, sem
nenhum apego a nada. Hoje, temos vários homens e mulheres de Deus que
atuam, e uma numerosa multidão que dizem: "eis-me aqui Senhor, envia
aquele ali!". Ouvi esta frase numa peça de teatro e infelizmente,
tenho que dizer que isto existe em grande escala entre nós.

Hoje temos tantas idéias, modelos, regras, doutrinas, opiniões e
irmãos indo a TV criticar outros irmãos, ou ainda para competir
dizendo "no meu ministério... as coisas são diferentes. Aqui Deus fala
poderosamente!".

Espere um pouco! "Meu ministério?" Não gosto desta expressão. Na boca
de muita gente expressa posse ao invés de reconhecimento.

Na parábola dos talentos, (Mt 25.14-30) vemos que o Senhor distribuiu
talentos para todos e embora estes talentos estivessem nas mãos dos
servos, eles ainda pertenciam ao Senhor. Meu ministério? Eu entendo
que me foi confiado pelo Senhor um ministério, mas não o considero
meu, pois sei que se eu não satisfizer as expectativas do Senhor, isto
me será tirado.

Apocalipse 2:5  Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e
pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei etirarei
do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres.

 Este texto do Apocalipse não foi dirigido aos membros da igreja de
Éfeso, mas sim ao "anjo", ou como dizemos hoje, ao seu pastor. Então
como posso dizer "meu ministério"?

Acredito que sentimentos que inspiram expressões como estas estão
trazendo problemas gravíssimos à chamada "igreja moderna".

 A real questão sobre isto é: estamos dentro da visão originalmente
criada por Deus para a Igreja? O que fazemos hoje em nossos cultos
está agradando a Deus realmente? Temos chamado a atenção de Deus tanto
quanto aqueles irmãos queridos considerados ou chamados primitivos? Ou
ainda para resumir: somos hoje Igreja do Senhor em toda a plenitude do
seu significado, atuação, autoridade, influência e poder?

Eu não vejo outro motivo para a criação da Igreja na Bíblia Sagrada,
senão para causar transformação na sociedade de formageral. Você vê
outro propósito?

O Senhor não criou uma instituição a qual Ele mesmo chama de nação
eleita, para ficarmos buscando fórmulas mágicas de crescimento e
considerando que "igreja abençoada" é aquela que possui muitos membros
e que gera uma fortuna em sua receita mensal. Não existe na Bíblia a
expressão "igreja abençoada", o que existe na Bíblia é a expressão
Igreja do Senhor, ou seja, uma congregação de pessoas que estão dentro
da visão original criada por Deus, para trazer a estat erra a
transformação que ela necessita, para que o próprio Deus seja
conhecido entre os homens.

Vejo tanta gente falando e clamando pela presença de anjos, varões de
branco e coisas deste tipo. O que há com estas pessoas? Na verdade não
entendem o que significa ser a Igreja do Senhor. Os anjos não farão
nosso trabalho, não dependemos de anjos para nada!

Não digo isso para desprezar os anjos que estão entre nós segundo
declara a Bíblia Sagrada, eu os reconheço como criaturas santas e
verdadeiras, extremamente santas, mas é preciso que as pessoas
entendam que os anjos só agirão dentro da Palavra e nunca fora dela.
Milagres acontecem e foram feitos para acontecer a toda a hora, na
verdade, deveriam ser comuns entre nós, pois eram comuns no dia a dia
de Jesus, mas não são os anjos que realizam milagres, não é isso que
está escrito.

Marcos 16.17,18  E estes sinais seguirão aos que crerem: em meu nome,
expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão nas serpentes; e,
se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e imporão
as mãos sobre os enfermos e os curarão.

Duas coisas são necessárias para que haja milagres: 1 – pessoas que
creiam na Palavra de Deus e não em opiniões de homens, 2 – pessoas que
estejam dispostas a realizar milagres (pagar preço de santificação,
viver pelo que esta está escrito). O texto de Marcos não diz nada
sobre anjos, mas sobre o nome de Jesus e a igreja em ação.

 As palavras de Oséias nunca foram tão atuais como agora:

Oséias 4:6  O meu povo foi destruído, porque lhe faltou oconhecimento;

 É preciso fome e sede de justiça em nossos corações (Mt 5.3). Fome e
sede de justiça e não apenas de satisfação e realização pessoal.
Precisamos olhar para a Palavra de Deus e ter a consciência de que
esta Palavra, e não outra, tem todas as informações necessárias para
que tenhamos sucesso em nossas vidas com Deus. Mas se não mergulharmos
nesta Palavra que é fonte da vida, que me informa sobre o dom de Deus,
jamais teremos sucesso em servir ao Senhor.

 Antes de de tudo, tenha em mente a seguinte informação: Igreja do
Senhor é muito mais do que um grupo de pessoas reunidas para cumprir
rituais e princípios doutrinários. Ser a Igreja do Senhor significa
estar dentro do projeto de Deus para salvação da humanidade. Se
queremos ser realmente a Igreja do Senhor, precisamos tirar os olhosde
nossos próprios umbigos!

Tem muita gente sofrendo lá fora, e é pra isso que estamos aqui. é pra
isso que serve a igreja.

   Pastor Vlamir Dias

Fonte: http://www.uniblog.com.br/igreja_viva/

 

Por InfoBatista, en: General