.

Publicado el November 17th, 2008, 7:36

Marcos Werton: "Eu também tenho um Sonho".
"Eu também tenho um Sonho".



Recentemente li a biografia do ilustre Pr.Martin Luther King, fiquei
impressionado com a convicção e a determinação daquele homem em
acreditar na possibilidade de uma profunda mudança nos valores de toda
uma nação como os Estados Unidos em 1960.



Martin Luther King acreditava na beleza de seus sonhos, fundamentado
na orientação bíblica, conseguiu marcar não apenas sua geração, mais
também outras gerações, com sua perseverança em acreditar firmemente
na mudança através do amor.



A conseqüência de sua convicção, determinação e perseverança,
resultaram na chamada "A Marcha para Washington" realizada em 1963
pelos direitos civis no Alabama, com a participação de mais de 200.000
pessoas que se manifestaram em prol dos direitos civis de todos os
cidadãos dos Estados Unidos.



Isso aconteceu sem a necessidade de nenhum tipo de violência, ainda no
mesmo ano proferiu o seu célebre discurso "I have a dream" ("Eu tenho
um sonho"),que mesmo depois de ser assinado em 4 de Abril de 1968,
ainda hoje é lembrado no mundo inteiro porque ali marcou o inicio da
mudança naquela nação.



Então aquele País que antes desprezava e agredia os negros sem nenhuma
"cerimônia", neste ano de 2008 que ficará marcado na história, elegem
o primeiro presidente negro de toda a história americana.



Tenho ministrado em algumas celebrações de jovens no Brasil e fora
dele, e percebo que inúmeros jovens têm alimentado um sentimento de
impotência em seus corações, isso os tem impedido de sonhar com
transformações necessárias neste mundo, nesta geração através do poder
da palavra de Deus.



Parece-me que os jovens estão paralisados, pela falta de referências
nesta geração que há muito os sociólogos chamam de geração fast-food;
como também pela morte de seus heróis e suas heroínas, grandes homens
e mulheres de Deus que impactaram o mundo e influenciaram suas vidas.



Não quero desmerecer os heróis anônimos, pois sei que eles e elas
existem, mas também sei que nós jovens precisamos de modelos,
especialmente em uma geração que é marcada pela superficialidade nos
relacionamentos, pelo consumismo desenfreado, pelo ávido desejo por
fama, poder e dinheiro e finalmente pela fragilidade de suas
convicções, que quando surgem às primeiras dificuldades desistem.



Assim como Luther King, Eu também tenho um sonho, o sonho de ver uma
juventude que não perdeu a esperança, que mesmo em meio a essas duras
realidades, é capaz de crer e trabalhar para que as mudanças
necessárias aconteçam, até os últimos suspiros de suas vidas, porque a
nossa esperança esta em Cristo.



Eu também tenho um sonho, de poder estar envolvido ainda mais nesta
tão maravilhosa obra que o Senhor está fazendo entre os jovens,
trazendo um ânimo novo e renovando nossas forças para prosseguir em
direção ao alvo e levar os que estão no caminho para o caminho (Jo
14:6) que é Jesus Cristo.



Eu também tenho um sonho, de ver cada pastor, líder e cada igreja no
mundo inteiro abraçando a juventude e ministrando na vida de cada
jovem, através da palavra e do testemunho para que possamos ter nosso
caráter transformado dia-a-dia.



Eu também tenho um o sonho, de que nós que fazemos parte desta geração
possamos reescrever uma nova história, a partir de vidas que acreditam
em seus sonhos, que almejem intensamente aprofundar o dialogo com
Deus, que amem mais servir do que ser servido e que possam ser simples
e fundamentalmente um lápis, nas mãos daquele que é o autor da vida e
da história.





Marcos Werton

Líder de Juventude

IB Monte Horebe - Fortaleza-CE
Por SousaNeto, en: General