.

Publicado el November 18th, 2008, 19:54

Embora seja o livro mais divulgado do mundo, a bíblia ainda não foi completamente traduzida para mais de 2.200 línguas no mundo, deixando cerca de 190 milhões de pessoas sem nenhuma porção da Palavra de Deus.

A bíblia completa foi traduzida até o momento para pouco mais de 500 idiomas das 6.912 línguas faladas no mundo, segundo dados de missões que atuam na área de lingüística e tradução. Outros 2.400 idiomas possuem alguma parte já traduzida, como Salmos, Provérbios, Novo Testamento ou Evangelho de João.

A importância do ensino da bíblia
Promover o acesso de um povo à bíblia para a língua em sua língua materna é uma das missões prioritárias dos obreiros que trabalham nos campos missionários transculturais. Até porque, historicamente, foi um dos pilares da Reforma Protestante implementada por Lutero e Calvino na Europa e que se espalhou pelo mundo inteiro. Plantar uma igreja e não disponibilizar a Palavra de Deus para os membros é correr o sério risco de ver os membros daquela comunidade não evoluírem no conhecimento e na maturidade espiritual. Além de possibilitar a entrada, e conseqüente solidificação, de doutrinas e ensinamentos que destoam do que a bíblia realmente diz. Afinal, a fé vem pelo ouvir, e ouvir a Palavra de Deus (Rm 10.17).

Relato emocionante
Uma mulher cristã de uma tribo africana percorria durante três dias, a pé, todos os meses, um longo trajeto para chegar a outra aldeia, onde um missionário ensinava a Bíblia ao povo local. Por não saber ler nem escrever (sua tribo era de tradição oral), ela aprendia e decorava 12 versículos e voltava para ensiná-los à sua gente. Um dia, já na metade do caminho de volta, ela percebeu que esquecera parte de um versículo. Sem hesitar, voltou para aprendê-lo novamente. Perguntada sobre sua atitude, ela respondeu: “A Palavra de Deus nos é preciosa demais para que se perca”.

Você pode ajudar a mudar esse triste quadro, entrando em contato com Missões Mundiais através do telefone (21) 2122-1900 – ramal 240 ou pelo e-mail: crh@jmm.org.br Este endereço de e-mail está sendo protegido de spam, você precisa de Javascript habilitado para vê-lo e apresentar-se como candidato a mudar esta realidade.

Por InfoBatista, en: General