.

Publicado el November 19th, 2008, 19:30

Caminhando e cantando a mensagem do amor de Deus pelo Brasil –

Projeto musical Coro na Bagagem do Seminário do Sul
parte 1- Ourinhos, São Paulo
 
"Deus usa as coisas loucas para confundir os sábios" Durante as viagens que o coro tem feito, Deus cada vez mais nos surpreende, a nós, aos nossos companheiros de viagem, ao coro, às igrejas que nos recebem, aos que lideram este trabalho. Deus usou pessoas para levantar condições financeiras para que a viagem acontecesse e que pessoas pudessem participar. Deus nos fez ter experiências com ele em lugares que não esperávamos e de uma maneira que não esperávamos. Este trabalho é um ministério como foi dito pelo aluno Gustavo Fontes, é um ganho, crescimento grande para nós como disse professor Theógenes, e é uma loucura humanamente falando. Depoimento da aluna Júlia Pires Félix da Silva.

No dia 12 de setembro de 2008 o Coro na Bagagem, do Seminário do Sul (STBSB), , saiu para a sua 4ª viagem anual com destino à Ourinhos, SP e Foz do Iguaçu, Paraná. Retornamos dia 23/9/2008, depois de dez dias de abençoado trabalho e aprendizado. A equipe que seguiu viagem era formada por 32 pessoas, entre elas três crianças: Letícia e Daniel Barros ((4 e 2 anos) e Daniel Aquino (8 anos) filhos dos nossos professores. Acompanhando o coro os professores Leonardo Barros, Westh Ney R. Luz, Claudiane Barros (a pianista), Rivelino de Aquino (regente) e Theógenes Eugênio Figueiredo, o coordenador do curso de música do Seminário.

O Projeto musical Coro na Bagagem tem como objetivo o treinamento  dos alunos e a visita aos campos, onde por certo um dia estarão servindo. Desenvolvem bons relacionamentos interpessoais ao compartilharem quartos, ônibus, alegrias, sonhos, emoções, aprendendo a viver em grupo, juntos na caminhada, convivendo mais de perto com seus professores e divulgando uma música bem feita e de qualidade.  Cantam em igrejas, teatros, casas de cultura, praças e logradouros públicos levando música bem feita, de qualidade e de devoção que fala sobre o amor de Deus e a Graça de Cristo que nos faz irmãos.
Em cada lugar que passam dão um bom testemunho do que uma vida vocacionada por Deus e preparada pelo Seminário do Sul pode fazer pelo Reino do Deus. Nos cultos participam não só cantando, mas regendo, orando e testemunhando. Nesta viagem duas alunas – Ana Priscilla Lacerda e Enaile Pereira - de uma forma clara e emocionante, testemunharam da providência e do cuidado de Deus em suas vidas. A primeira, Ana Priscilla falou do cuidado de Deus quanto ao seu sustento e do casal que Deus em sua igreja levantou para ser o mantenedor da sua formação e da enfermidade que afetou inclusive sua área de especialização. Enaile narrou sobre os momentos de aflição que passou quando do seqüestro que sofreu em 2006. Foram 11 horas nas mãos de marginais, onde forçada a provar sua fé cantou para eles o cântico "Aquele que é digno de receber, a honra e a glória, a força e o poder. Ao final ela sempre faz um apelo para que não esperem por dias ruins para que possam perceber como ela, a beleza de dizer para sua mãe, pai e familiares o quanto os ama, pois foi isto que marcou a sua vida enquanto naquela situação de crise. Estes dois testemunhos foram dados em dois cultos diferentes e nas duas cidades que estivemos. É de chorar e levar cada ouvinte a uma reflexão das nossas ações no tempo que se chama hoje.

O tema dos nossos cultos são os nossos princípios  batistas e a Declaração Doutrinária da Convenção Batista Brasileira. Sempre temos feito isto com pequenas modificações e adaptações. Nesta viagem além deste sobre a Nossa Fé, levamos um culto que tinha como tema o compromisso de cada cristão com a Missão de Cristo.
 Impressionante como Deus sempre fala aos nossos corações primeiro e depois para cada Igreja por onde fomos. Sempre temos decisões em cada um destes cultos. Estes mesmos foram realizados em quatro igrejas. Além destes tivemos cinco equipes que se dividiram no domingo 22/9, pela manhã, em Foz do Iguaçu. Nestas cinco igrejas (mencionarei seus nomes abaixo) falamos em algumas na EBD e em outras nos cultos e o assunto foi elaborado pela profª. Westh Ney sobre a importância de sabermos  o que, como e porque cantamos.

O repertório do coro preparado pelo maestro prof. Rivelino de Aquino, foi elaborado não somente pensando nas igrejas que visitamos, mas também para os encontros culturais que realizamos. Foi este o repertório que levamos: Aleluia (Ralph Manuel), Aleluia (G.F. Haendel), Aleluia ao Santo Deus (J. S. Bach), De Eternidade a Eternidade (Mark Hayes), Deus é amor (Ralph Manuel), E ao nome de Cristo (Cindy Berry), Ele é digno (David Danner), Enquanto aqui viver (Sion Alford), És meu Deus (Dennis Jernigan), Hino de adoração (Agenor M. Neto), Kyrie Eleison (Dana Mengel), Meu viver (Otis Skillings), Minha pátria (arr. Marcelo Neles), Nada temer (Stella Junia), O Senhor te abençoe (John Rutter), Ouve-nos, Pastor Divino (Arr. David Clydesdale), Pater Noster (Albert Klerk), Procederá de Jacó (F.B Mendelssohn), Quão lindos são teus átrios (J. Brahms), Quero Cristo (Ralph Manuel).
É uma oportunidade grande de crescimento para cada um de nós que participamos destas jornadas ao sermos confrontados com a realidade. Segue abaixo nosso cronograma e os desafios de cada cidade.

• 1ª parada da viagem: OURINHOS, SP

Chegamos dia 13 de setembro de 2008, sábado, por volta de 12h. Fomos recebidos com carinho pelo Pr. Alexandre Roberto Lima na 1ª Igreja Batista. Ele foi o nosso coordenador na cidade. Nesta cidade existem três igrejas batistas sendo duas delas da CBB.
Fomos encaminhados para os lares dos irmãos da igreja ali estava nossa terceira oportunidade de aprendizado, pois a primeira é todo o preparo da mesma com estudo das músicas, orações, levantamento do dinheiro necessário, trabalhos escolares e eclesiásticos preparados com antecedência etc. A segunda lição é a vida dentro do ônibus, na estrada, a convivência, respeito, paciência, conforme relato no início deste artigo. Nos lares dos nossos irmãos em Cristo conviveríamos com pessoas que não conhecíamos, entraríamos na intimidade delas e aprenderíamos com cada um, com cada experiência.
Neste mesmo dia nosso programa foi:
• 15h – Oficinas: 1. Regência congregacional, com Geremias Pereira; 2. Técnica vocal com Ana Cláudia Oliveira; 3. Flauta doce  com Priscila Oliveira
• 20h – Três atividades distintas ao mesmo tempo: 1. Palestra para casais - profª. Westh Ney R. Luz; 2. Palestra para jovens  - formando Jobi Pires da Silva; 3. Coro na Bagagem cantando na Comunidade Cristã em Ourinhos.

Dia 14/09 – domingo -  pela manhã  fizemos um  culto cantado na 2ª Igreja Batista em  Ourinhos. O pastor desta Igreja é Luciano Seganfredo Nunes, que também é psicanalista na cidade. Esta igreja fica na Rua Jacarezinho, 211 em Jd Matilde. Todos nós fomos tocados nesta manhã. O tema do culto foi - Nosso compromisso com Cristãos e a Missão. Todos nós choramos e sentimos a presença de Deus. Chorava coro, igreja, pastor. Foi um momento de preparo, assim todos nós sentimos, naquela pequena congregação com apenas 16 pessoas no culto. À noite o culto foi na Igreja que estava nos hospedando. O tema foi A Igreja de Cristo Celebra a sua fé (baseado na Declaração Doutrinária Batista da CBB). Igreja lotada, visitantes, momento alegre e espiritual com coro, testemunho, mensagem, congregação e equipe de músicos da Igreja.  Muitos foram à frente para orações e ao final alguns nos procuraram relatando a decisão de atender ao chamado de Deus para o ministério pastoral e na área da música. A 1ª Igreja fica na rua Rodrigues Alves, 249.

Dia 15/09 – segunda-feira – Encontro com o jovem e incansável pr. Pr. Alexandre Lima) sobre o trabalho evangélico na cidade de Ourinhos e adjacências.
Aprendemos que a cidade de Ourinhos é uma cidade de comércio forte, setor de serviços em franca evolução e um parque industrial diversificado. No campo agro-industrial, sobressaem os setores de açúcar e álcool, óleo de soja, ovos, leite, destilado de cana e café.  Dois distritos industriais, dotados de toda infra-estrutura, abrigam empresas já consolidadas e em fase de implantação. O comércio atrai consumidores de toda a região, no setor de atacado e varejo. A localização estratégica e a malha rodo-ferroviária são favoráveis tanto para quem produz como para quem distribui riquezas.
Esta condição logística privilegiada faz de Ourinhos o autêntico Portal do Mercosul, oferecendo vantagens naturais aos potenciais investidores. 109.228 habitantes. A área total do município: 296 km² e a área urbana do município: 40 km² e 367,45 habitantes por km². A taxa de crescimento: 2,3 aa, grau de urbanização: 96,30 %, número de igrejas evangélicas: 70, suportando 110 igrejas (1/1000 habitantes). Segundo o pastor Alexandre os desafios em relação à população é o de criar o equilíbrio entre profissionalismo/riqueza e espiritualidade.
Após estes relatos falou sobre a PIB de Ourinhos, desafios e crescimento. Contou experiências, testemunhos de como Deus tem guiado sua vida da sua família e da própria igreja. O pastor narrou o seqüestro que sofreu, narrou sua chamada, seu 1º ministério, sua ida para esta cidade, a passagem de pastor auxiliar para titular. O período de adaptação. Deus é quem nos honra. Não importa o tamanho da Igreja, dos desafios, das pessoas que nos cercam. Só importa fazer com zelo e todas as forças o que Deus deseja, disse o pastor Alexandre para a caravana que o ouvia com vontade de aprender e crescer. 
A igreja tem cerca de 450 membros e seu sonho naquela data era ter um ministro de música e um pastor para jovens. Narrou o pastor o início e os desafios de três congregações que a igreja mantém em Pauçú, Santa Cruz de Rio Pardo e um novo desafio a 300 km na cidade de Nova Esperança. Quem irá ajudá-los?
Difícil relatar tudo aqui, pois o tempo e espaço é pouco, mas coloco estes dados, endereços, para que possam ser usados por Deus para falar ao coração de alguém que Ele mesmo já tem tocado com uma alma missionária.

Antes do almoço andamos a pé pelo centro da cidade rapidamente. Impressionante como nosso tempo vago é pouco, mas a nossa energia é tanta que vemos tudo que precisamos ver. É muito bom andar com jovens alunos. Eles sabem rir, não tem tempo ruim, um simples sorvete todos juntos já pé uma festa. Almoçamos na PIB e de lá fomos conhecer a Escola de música da prefeitura de Ourinhos. Impressionante! O espaço é grande, bem divido super organizado. Os estudantes das escolas públicas aprendem música neste local. Uma construção moderna, com salas equipadas, ensino de instrumentos de orquestra, balé, concha acústica e auditório. Neste o coro apresentou algumas músicas e foi apresentado o projeto, informações sobre o Seminário. Cantaram e falaram do amor de Deus. Tudo muito rápido, pois isto não estava programado. Quando lá chegamos, junto com o pastor Alexandre, a direção suspendeu as aulas e foi interessante este contato nosso com os professores da Escola e os jovens (crianças e adolescentes).
À noite seguimos viagem para Foz do Iguaçu, Paraná, levando nos corações saudades da cidade, dos irmãos e dos pastores que conhecemos. O coração aquecido pelas experiências e pelos desafios.

Senhor, quem irá para esta cidade e por todas as outras que ouvimos falar?

 No próximo narrarei a chegada e o trabalho em Foz do Iguaçu.
.....
Westh Ney Rodrigues luz, com muita honra profª do Seminário do Sul e participante neste projeto.

Por InfoBatista, en: General