.

Publicado el November 21st, 2008, 19:54

Charles Swindoll,um escritor cristão,cita num dos seus livros o titulo de um dos jornais dos Estados Unidos: "Vamos salvar a familia".Depois comenta:
"Assim como alguns animais,como a baleia,a garça azul e outros,a familia está se tornando uma espécie em extinção".
Um pouco mais abaixo,Swindoll relata algumas estastìstica que se referem à realidade das familias dos Estados Unidos:
A- mais de um terço dos casamentos acabam em separação.
B- quase 80% das pessoas divorciadas casam-se novamente,e mais de 40% desses segundos casamentos também fracassam.
C- de dez crianças nascidas na decada de 70,passaram parte de sua infância com apenas um dos pais.
D- um grande número de crianças que vive com os pais,ao voltar da escola,fica sozinha em casa (ambos os pais trabalham fora).
E- em cerca de 20% das familias americanas,as crianças são submetidas a maus-tratos.
F- cerca de 30% dos casais experimentam alguma forma de violência no seu
relacionamento,e um grande número já atentou contra a vida do cônjuge.
G- cerca de 13 adolecentes se suicidam por dia nos Estados Unidos (e essa informação não é muito recente;hoje o indice deve ser mais elevado).
Após a analise dos dados acima,e outros que não citamos,Swindoll comenta:
"Estudos feitos recentemente mostram que o lar é um dos lugares mais perigosos para a segurança do homem.Só perde para as guerras e tumultos de rua".As informações do referido autor,embora extraidos de sua realidade norte- americana,dizem muito a respeito da realidade das familias brasileiras.Portanto,será que a familia seria uma espécie em extinção?
Sabemos que a situação da familia hoje é calamitosa.Por isso,talvez o titulo desse artigo pudesse ser " do paraiso ao inferno" ,ou seja,Deus criou a familia
num jardim,no jardim do Éden,mas,porque ela desobedeceu ás suas ordens,foi
precipitada para fora do jardim,para um verdadeiro inferno.
E é isso que se vê em muitas familias.Muitos recebem ofensas em casa mais do que qualquer outro lugar.São tantos maridos que são mais respeitados por estranhos
Por InfoBatista, en: General