.

Publicado el November 22nd, 2008, 15:08

O DESABAFO DA FUTURA PASTORA

Sabeis estas coisas, meus amados irmãos. Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.” Tiago 1:19

Caros pastores,

Há cerca de 2 meses tenho tentado por em prática este texto da Palavra de Deus, que creio que é muito oportuno na minha vida, mas creio que é o momento de falar.

Mesmo sabendo que palavras escritas podem ter significado diferentes de palavras pronunciadas, estou correndo o risco de comunicar por este email aquilo que para mim e minha igreja é uma grande bênção! E porque não dizer também para o Reino de Deus!

            No ano de 2003, reconhecendo ser vocacionada para o ministério específico de Pastorado, se bem que naquela época, pouco se ouvia falar neste título “pastora”, voltei aos meus estudos na Faculdade Batista de Teologia do Grande ABC.

            Ali chegando, nunca escondi que o meu verdadeiro chamado era este. Encontrei ali pessoas que não entendiam, outros não concordavam e outros eram a favor..

Quando me pediam um argumento, eu apenas respondia: Deus me vocacionou, Ele se encarregará de me justificar. Não vim para levantar uma bandeira, mas vim para cumprir um chamado.

            Como ungida do Senhor que sou, sei que não devo lutar com ungidos do Senhor! A causa é a mesma!

            Com o passar do tempo muitas outras mulheres também tem sido vocacionadas, e tem sido consagradas pastoras, por sua igreja local, o que é legítimo.

            Creio que chegou a minha vez! Mas, por questões pessoais, tenho o desejo de passar por um concílio.

            Em nenhum momento passou pela minha cabeça, e nem pela cabeça da minha igreja, que o fato de convidarmos os pastores (fique claro que é um convite, só vem quem quiser) para fazerem parte deste momento tão importante para nós, traria tamanho tumulto e desgaste na imagem de alguns.

Por que eu digo imagem de alguns?

Porque tem-se dito nos bastidores, que é desejo da minha igreja formar um concílio para ordenação e posterior tentativa de ingresso na Ordem dos Pastores! (É uma inverdade) Nunca pediria isso! Sou serva! Não sou maior que meu Senhor!

Ele me vocacionou para a obra de levar o Evangelho e não de criar tumultos no meio do povo de Deus.

Neste momento me sinto ofendida, porque a Ordem dos Pastores Batistas Sub-seção do ABC e também a Associação Batista do ABC, mandaram uma correspondência, que dizem tornar sem efeito este momento tão solene, e ainda pedem que os colegas pastores não participem!

Como?

Porquê?

O que estamos fazendo nós de errado?

Não precisaria pedir o concílio, pois a minha igreja poderia me ordenar, e estou pedindo que os pastores me examinem!

Isto não é uma opção?

Não pedimos para os pastores mudarem de idéia, pedimos para aqueles que me conhecem e que no decorrer dos anos que estive na faculdade me apoiaram, para finalizarem este processo comigo.

Estou pedindo para os pastores que são ou diziam ser amigos do Pr. Abel, para participarem com ele deste momento que é da PIB do Jardim Silvia Maria, e que como corpo de Cristo queremos compartilhar! (Com os irmãos que quiserem)

Os queridos pastores não tem idéia de como têem sido cruéis com este servo do Senhor! (Pr. Abel).

Deveriam respeitá-lo como ungido de Deus, ou pelo menos pela sua idade, ou em último caso pela sua saúde. Mas o que temos ouvido não ajuda.

Sabe pastores, hoje tomei a decisão de escrever-lhe porque depois destes longos dias de desgaste emocional, um servo de Senhor me ligou e disse:

- Rachel, gostaria de entender melhor o que está acontecendo! Nunca te vi metida em confusão, e não consigo enxergar o que estão dizendo, com o que conheço de você!

Glória à Deus! Glória à Deus que ainda existem servos do Senhor que não se deixam levar por aparências, por falatórios, por ameaças de retaliações, mas que olham no nosso olho e ouvem a nossa verdade!

A verdade é esta:

Só queremos convidá-los pastores, (aqueles que não vão sofrer) para alegrar-se conosco, para participarem do meu concílio, e se aprovada for, no próximo dia 11 de outubro, também os convido para a minha consagração. E depois, serei pastora, de vidas que o Senhor, o nosso Pastor, colocar em minha vida para eu pastorear!

Peço perdão, se ofendi, mas, se o irmão tiver algum tipo de dúvida quanto às verdadeiras intenções deste concílio, ligue para mim, ou para o meu pai, ou para a minha igreja, mas não nos julgue, sem falar conosco!

Rachel de Oliveira Ayres

Tel: 4975 6259

PIB do Jardim Silvia Maria

Tel: 4549 8038

Por InfoBatista, en: General