.

Publicado el November 23rd, 2008, 8:22

Acabei de assistir ao filme Batman. Há uma cena quando o ator que personifica o homem morcego cheio de problemas existenciais, diz: "cansei de ser herói". O grande herói de Gotham City se cansara e quase é derrotado pelo Coringa. Na prática é uma história sobre a luta do bem contra o mal, porque o bandido Coringa não quer dinheiro, mas, só deseja fazer o mal e o nosso herói, fazedor do bem... se cansou disto! Na vida real o ator Christian Bale, agora mais famoso, na semana do lançamento do filme em Londres, bateu na mãe num hotel de cinco estrelas. Um jornal de MG escreveu: "bateu na mãe e depois foi ao cinema"! Bale também se cansou da vida de herói e, famoso, não agüentou as cobranças da vida e sua mãe e irmã, pagaram o pato! Quando morreu Ayrton Sena, o Fantástico da TV Globo fez uma reportagem sobre a falta de heróis no Brasil. Pelé, Piquet, Fittipaldi, Eder Jofre, e outros estavam aposentados ou mortos. O programa dizia: há um vazio no Brasil! Depois elegemos Collor que acabou fazendo tudo àquilo que disse não faria, principalmente quando seqüestrou a poupança de todos nós. Alguém se lembra? No mundo do esporte temos aquela famosa frase de Armando Nogueira: "Heróis são reféns da glória. Vivem sufocados pela tirania da alta perfomance";... e é verdade, porque alguns acabam se drogando para chegar em primeiro lugar, e depois que chegou,... chegou aonde mesmo? Como sociólogos, humanistas e filósofos temos uma preocupação com o homem como um todo, e aqui me lembro de Paul Brulat : "Basta um minuto para fazer um herói; mas é necessário uma vida inteira para fazer um homem de bem." Plutarco trouxe para a família o grande herói; o pai é herói do filho: "O teu filho te vê como herói, não te transformes em tirano aos olhos dele." Sou da geração dos primeiros Batmans, quando estes nunca se machucavam e tinham um Robin para cada Batman. O atual está tão solitário que nem Robin tem, e a jovem por quem se apaixona é assassinada pelo terrível Coringa. O Batman de minha infância não apanhava, não se machucava e sempre prendia o bandido antes dele fazer o mal. O atual leva tiro, cortes, tem hematomas,ira, quase morre e alguns morrem porque chega atrasado! Estou sem herói? Não. Encontrei na Bíblia um herói sírio, Naamã ( II RS 5) que para o mundo cristão só se tornou herói mesmo quando se humilhou mergulhando sete vezes no Rio Jordão, sendo curado no corpo e na alma; mas me encanto mesmo com aquela menina sem nome, escrava, que pregou na casa do general; era preciso coragem! Acho também um herói aquele menino que entregou tudo para Jesus multiplicar pães e peixes!!! Mas, eu tenho um herói especial, um que foi preso, debochado, esculhambado, humilhado, surrado, ferido e com hematomas terríveis. Isto tudo para que eu fosse salvo e curado de todos os meus males, os do passado, os do presente e os dos futuros. "Certamente ele ( Jesus) tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou; a paz estava sobre ele , e pelas suas pisaduras fomos sarados" Isaias. 53:4-5). Pr. José Veloso
Por InfoBatista, en: General